A garantia de direitos, o protagonismo jovem e o enfrentamento ao extermínio da juventude negra. Em quase 16 anos de mandato de deputado estadual, esses três temas têm sido uma das pautas prioritárias da ação parlamentar de Fernando Mineiro (PT) na Assembleia Legislativa.

Mas o engajamento dele com as lutas da juventude vem desde o início da sua militância política, quando entrou no movimento estudantil no início da década de 1980, época em que ele fez parte do DCE da UFRN. A gestão “Reconstrução” foi a primeira diretoria eleita após o fechamento das entidades estudantis pela ditadura militar através do AI-5.

Dessa época, Mineiro carrega consigo a convicção de que “a juventude tem um papel importantíssimo na luta democrática pela transformação da sociedade, pela diminuição das desigualdades e pelo enfrentamento às múltiplas formas de opressão”.

Para Mineiro, são os/as jovens que “dão o ‘start’ de todas as mudanças que a gente vê acontecer no mundo”. É esse protagonismo que ele, através dos seus mandatos, sempre procurou incentivar.

Estudante do curso de Gestão de Políticas Públicas e integrante da diretoria do DCE da UFRN, Paulo Jales disse que Mineiro “sempre estimulou o empoderamento da juventude”.

“Mineiro dialoga com a juventude, nos ouve e leva nossas ideias em consideração. O mandato dele nos representa porque luta pelas mesmas pautas que nós defendemos”, comentou.

Mineiro é “top”

Paulo afirmou que existe, no meio da juventude, uma crise de representatividade política e descrença nas instituições, principalmente depois do golpe parlamentar, jurídico e midiático que culminou com a cassação da presidenta eleita Dilma Rousseff (PT).

Por isso, Mineiro é considerado como um dos poucos políticos que verdadeiramente representam a juventude. “Mineiro é ‘top’, né?”, brincou Paulo Jales.

“Mineiro sempre se fez presente nas lutas do movimento estudantil, no acolhimento das pautas de juventude e sendo um ator político que tem contribuído para o debate sobre o fortalecimento das políticas públicas e do protagonismo da juventude”, completou.

A estudante do curso técnico de Administração do IFRN – Campus João Câmara, Maria Eduarda das Neves, disse que contar com Mineiro como representante da juventude “é muito importante, porque nós sabemos que temos um parlamentar que luta pelos nossos direitos”.

“Mineiro sempre ‘cola’ com os/as jovens. O mandato dele nunca deixou de acolher nossas pautas, nossas demandas e nossas bandeiras. Todas as vezes que é convocado pela juventude para a luta, Mineiro se faz presente”, destacou.

Eduarda lembrou que “vivemos num contexto difícil, com a precarização da educação pelo governo ilegítimo que está aí”. Esse cenário, para ela, “demonstra a importância de ter um aliado político com o perfil de Mineiro”.

Retrospectiva

Desde seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa, Mineiro apoiou a articulação dos movimentos de jovens, deu visibilidade aos temas de interesse da juventude e cobrou a implementação de políticas públicas específicas para esse segmento da população.

Entre as muitas ações, merecem destaque o “Seminário de Políticas Públicas para Juventude”, realizado ainda em 2005, em parceria com a então deputada federal e atual senadora Fátima Bezerra (PT). Em 2007, Mineiro compôs a Frente Parlamentar de Juventude e apoiou a construção da Conferência Nacional de Juventude.

Já em 2009, a audiência pública “Jovens Potiguares Ritmando as Políticas Públicas” resultou na formação da “Articulação Potiguar de Juventudes”, grupo criado com o objetivo de discutir e traçar ações de intervenção nas políticas públicas.

A denúncia sobre o extermínio da juventude negra do RN foi um dos assuntos mais discutidos em audiências, seminários e eventos promovidos ou apoiados pelo mandato de Mineiro. Em 2013, um dos debates contou com a presença da então secretária Nacional Políticas Públicas para a Juventude, Severine Macedo.

O evento marcou a articulação da Rede Juventude Viva, que resultou na realização nesse mesmo ano do “IV Seminário sobre Realidades Juvenis”, em parceria com diversas organizações, coletivos, pesquisadores e o apoio fundamental do mandato de Mineiro.

O mandato também foi parceiro de outras lutas importantes protagonizadas pela juventude, como o plebiscito pela Constituinte Exclusiva da Reforma Política; a construção do Plano Estadual Socioeducativo; a criação do Conselho Estadual de Juventude; a realização da 3ª Conferência Estadual de Juventude; o combate à criminalização e ao encarceramento da juventude negra, liderado pela Frente Potiguar contra a Redução da Idade Penal; e o apoio à criação da Frente Parlamentar da Juventude na Assembleia Legislativa.

Fotos: Vlademir Alexandre.