Os comitês em defesa da democracia e do ex-presidente Lula seguem se espalhando pelo Rio Grande do Norte. Nesta sexta-feira (12), foram criados os comitês da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do RN (Fetarn) e da Frente Brasil Popular (FBP), ambos na cidade de Assú.

O comitê da Fetarn foi criado durante a plenária da entidade, realizada na sede do Sindicato Rural. É o segundo comitê fundado pela Fetarn. O primeiro foi em Pau dos Ferros, na última quarta-feira (10), na abertura do seu 10º Congresso Estadual.

 

Já o comitê da FBP foi fundado em ato realizado na Câmara Municipal, com a participação de representantes do PT, PC do B, CUT, CNTE, Sinte-RN, MST, Via Campesina e Levante Popular da Juventude. Além de Assú, o evento contou com representações das cidades de Ipanguaçu, Pendências e Carnaubais.

O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) participou da criação dos dois comitês em Assú. Na Fetarn, ele ressaltou que esse é um “movimento suprapartidário”, com o objetivo de alertar a sociedade sobre o que está em jogo com o julgamento de Lula.

Em seguida, no ato na Câmara Municipal, Mineiro comemorou a participação de outros partidos, entidades e movimentos sociais na criação do comitê. Ele reafirmou que a iniciativa “não é só petista, mas das várias pessoas que se propõem a lutar pela democracia e pelo direito à candidatura do Lula”.

Para a militante do MST Jailma Lopes, os comitês são “resultado do esforço da construção de uma grande unidade da esquerda em torno da defesa da democracia, do estado de direito e contra todas as medidas do golpe de 2016”.

“Temos a convicção que a tentativa de impedir a candidatura de Lula faz parte desse golpe que cassou a presidenta Dilma”, completou. Ela falou, ainda, sobre a necessidade de enraizar, a partir dos comitês, o debate sobre o resgate da democracia.

Uma nova reunião ficou agendada para o próximo dia 18 em Assú, com participação de todas as entidades, para tratar da preparação da semana da democracia e da mobilização do dia 24, quando acontece o julgamento do ex-presidente Lula no TRF-4 de Porto Alegre (RS).

Fotos: Vlademir Alexandre.