Apoiador do Movimento Negro no RN, o deputado estadual Fernando Mineiro (PT) promove a audiência pública “A mulher negra e o enfrentamento à discriminação e violência no RN”, na próxima quinta-feira (24), às 14h, no Plenarinho da Assembleia Legislativa.

A audiência faz parte da programação no estado em alusão ao Dia Nacional da Consciência Negra, 20 de novembro. O objetivo é consolidar as informações referentes à violência que atinge mulheres negras no RN. “Temos poucos dados, essa temática ainda passa despercebida até mesmo pelos pesquisadores”, afirmou Elizabeth Lima, membro da Organização de Mulheres Negras do RN Ajagun Obirin.

Além da ONG, foram convidados a participar representantes da Organização Negra do RN Kilombo; Secretaria Estadual de Política Públicas para as Mulheres do RN; Ministério Público do RN; Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e Coordenadoria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do RN.

“Se faz necessário fazer um recorte, a partir dessa audiência”, ressaltou Elizabeth. “Precisamos demarcar todas as políticas públicas de atendimento a quem sofre violência, quem é essa mulher que está sofrendo violência. Ela tem cor, ela tem raça. Então a gente precisa aprofundar e estudar quais são os mecanismos de enfrentamento a essa violência.”

Na ocasião, o Movimento Negro entregará o 1º Prêmio Gestor em Prol da Igualdade Racial, a gestores que têm se debruçado sobre a temática.

Para Mineiro, o 20 de novembro é um dia de celebração, mas sobretudo reflexão sobre a importância das lutas do povo negro. “Temos conquistas, mas há muito o que alcançar ainda. Aos negros, sobretudo às mulheres, ainda são negados muitos direitos”, ressaltou o parlamentar.