O Grito dos Excluídos de 2017 vai marcar o lançamento da campanha nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT) para colher 1,3 milhão de assinaturas em apoio ao Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) para anular a Reforma Trabalhista. A manifestação acontece desde 1992 no feriado de 7 de setembro, data em que é comemorada da Independência do Brasil.

A presidente da CUT-RN, Eliane Bandeira, afirmou que, em nosso estado, a largada da campanha vai ocorrer juntamente com o lançamento do Grito dos Excluídos em Mossoró. A programação está prevista para começar às 7h, no ginásio poliesportivo Pedro Ciarlini.

“Além disso, vamos fazer audiências públicas populares nos municípios do RN. Vamos levar o debate às praças, mobilizar a população e dialogar com as pessoas sobre a importância do PLIP”, comentou.

O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) apoiou a iniciativa da CUT. Ele observou que a reforma é amplamente rejeitada pela população brasileira, como indicam as pesquisas de opinião, mas ponderou que é necessário, ainda, transformar isso em uma ação mais assertiva para derrubar os retrocessos impostos pelo governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB).

“É importante criar comitês nas cidades para fazer a coleta de assinaturas. A sociedade precisa se envolver nessa luta para barrarmos os ataques à CLT, que é uma causa de toda a classe trabalhadora brasileira”, destacou.

reforma-trabalhista-1

O lançamento da campanha pelo PLIP foi uma resolução tirada no último dia 31, no encerramento do congresso extraordinário da CUT. O presidente nacional da entidade, Vagner Freitas, declarou que a Reforma Trabalhista “é o maior ataque às conquistas históricas da classe trabalhadora do Brasil”.

A CUT vai disponibilizar um kit de coleta de assinaturas, com o texto do projeto de lei, formulário e uma cartilha sobre os prejuízos da reforma. O material estará disponível no portal anulareforma.cut.org.br.

A reforma trabalhista de Michel Temer (PLC 38/2017) foi aprovada pela Câmara Federal e pelo Senado. O projeto foi sancionado no dia 13 de julho como Lei 13.467/2017, que entra em vigor a partir do dia 11 de novembro de 2017.

Fotos: Vlademir Alexandre.