Dando seguimento à agenda pela região do Alto Oeste, o deputado estadual Fernando Mineiro (PT) se reuniu, no início da tarde do domingo (15), com apoiadores da sua pré-candidatura a deputado federal na cidade de Itaú, a convite do presidente do Diretório Municipal do PT, Leonildes Oliveira.

Mineiro, como aconteceu em outras cidades, fez uma análise sobre a conjuntura nacional, falou sobre o aprofundamento dos efeitos do golpe parlamentar que depôs a presidente eleita Dilma Rousseff (PT) e enfatizou que, neste momento, a centralidade da disputa política passa pelo engajamento na luta pela liberdade do ex-presidente Lula.

“Nessa nossa caminhada, a coisa mais importante é denunciar a perseguição ao companheiro Lula. Estamos incentivando as pessoas a participarem da campanha #LulaLivre. Eles afastaram a Dilma, prenderam o Lula, mas não contavam que ele ficaria de pé nem com a resistência do PT”, comentou.

Mineiro reiterou que “não temos motivo para andarmos de cabeça para baixo, mas sim para nos levantarmos pra defender o Lula, porque ele fez muito pelo Brasil e agora precisa de nós”.

Ele defendeu a pré-candidatura a governadora da senadora Fátima Bezerra (PT), mas ponderou que Fátima e Lula, sozinhos, “não vão conseguir transformar o RN e o Brasil”. Por isso, ressaltou a necessidade de eleger uma bancada alinhada com o projeto local e o nacional na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal.

O presidente do PT de Itaú, Leonildes Oliveira, falou sobre os desafios que partido tem pela frente, tanto em nível local como nacional, mas afirmou ter confiança na “disposição da militância para enfrentar as dificuldades da conjuntura”.

Ele defendeu que a pré-candidatura de Mineiro “reúne as melhores condições para reconquistar a cadeira do PT na Câmara Federal, que já foi ocupada pela agora senadora Fátima Bezerra”.

A presidente do SINDSERTRIS (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tabuleiro Grande, Rodolfo Fernandes, Itaú e Severiano Melo), Francisca Emirene, lembrou do que aconteceu com a presidente Dilma, alvo de um golpe parlamentar, para dar um exemplo da importância da eleição para a Assembleia Legislativa e a Câmara Federal.

Para o professor de Química na Rede Estadual em Mossoró, Francivam Lopes, “vivemos um momento atípico no país, que começou com o golpe, seguiu com a perda de direitos e, agora, culmina com a prisão de Lula”.

“A militância que nós precisamos fazer não pode ser só nas redes sociais, mas nas ruas, ativamente. Mineiro sempre se posicionou a favor dos trabalhadores. Precisamos mudar nossa representação não só na Câmara Federal, mas também na Assembleia Legislativa e no Senado. A pré-candidatura de Mineiro nos motiva a lutar e anima a juventude a sonhar com a transformação e a participação política”, declarou.

Apodi

 

De Itaú, Mineiro seguiu para Apodi, onde se reuniu com petistas locais, a convite do presidente do Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais, Agnaldo Fernandes.

Agnaldo fez um relato sobre o cenário político na cidade, defendeu o debate interno no PT com vistas às eleições de 2018 e falou sobre a importância da pré-candidatura de Mineiro a Deputado Federal.

Mineiro disse que o PT de Apodi precisa “entrar firme na luta pela liberdade do Lula”, dialogando com a sociedade sobre o que está ocorrendo e ocupando os espaços para denunciar essa perseguição que não atinge só o ex-presidente, mas afeta a própria democracia do Brasil.

Fotos: Vlademir Alexandre.