O PT realizou, na noite de sexta-feira (15), em São Paulo (SP), o lançamento dos comitês populares em defesa da democracia e do direito do ex-presidente Lula participar das eleições em 2018. O objetivo da articulação é envolver movimentos sociais, sindicais, culturais, a sociedade civil, a militância petista e os partidos do campo popular no enfrentamento à tentativa dos setores conservadores de interferir no processo democrático através da possível condenação de Lula.

O lançamento aconteceu durante reunião da Direção Nacional do PT, com presença de Lula, da presidenta Dilma Rousseff e da presidenta nacional da legenda, a senadora Gleisi Hoffmann (PR).

O deputado estadual Fernando Mineiro (RN), presente ao ato, afirmou que, depois do lançamento nacional, “é preciso, agora, fundar comitês em defesa da democracia em todos os municípios do RN”.

“Vamos mobilizar os movimentos sociais, o movimento sindical e os setores progressistas da sociedade para essa luta, que não é só do PT, mas da democracia do Brasil”, afirmou.

Mineiro disse que a tentativa de impedir a candidatura de Lula pela via judicial é a confirmação de que, após o golpe contra a presidenta Dilma Rousseff, “o país não vive mais uma democracia plena”.

Gleisi Hoffmann alertou que “é preciso organizar a classe trabalhadora e setores médios da sociedade para a manutenção do processo democrático”, o que significa, neste momento, se insurgir contra a tentativa de interditar a candidatura de Lula.

Fotos: Agência PT.