O deputado Fernando Mineiro (PT) fez seu pronunciamento nesta quinta-feira (11) explicando que o plano de concessões do Governo Federal é aberto, já contemplou e ainda pode beneficiar o RN. “O aeroporto de São Gonçalo é resultado da primeira fase de concessões”, disse.

Respondendo às críticas de outros deputados, Mineiro afirmou que considera importante a cobrança, mas alertou que é preciso separar o antipetismo do debate político e administrativo. “Ontem foi lançada a segunda fase do plano de concessões em infraestrutura, que, vale salientar, não é o mesmo que privatização. É um programa aberto, e demandas podem ser incorporadas”.

Mineiro acrescentou que ontem (10) a senadora Fátima Bezerra fez pronunciamento sobre o assunto, e conversou com o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, sobre a entrada de outros programas no plano de concessões. “A bancada federal está mobilizada para pleitear benefícios para o RN”, disse.

O parlamentar também falou sobre o planejamento do Estado. Na segunda-feira (8), o governador Robinson Faria anunciou, durante evento na Fecomercio, a criação de um comitê formado por Governo, Municípios, Ministério do Turismo e empresários para discutir o hub da TAM. Ontem, Robinson esteve com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, conversando sobre o assunto.

“O governador está convidando para reunião próxima segunda-feira (15) bancada federal, deputados estaduais, entidades empresariais, trabalhadores e órgãos do Governo. O objetivo é discutir essa questão e também projetos que podem ser encaminhados para o plano de infraestrutura”, disse Mineiro.

Mineiro lembrou que o plano de concessões tem duas questões importantes: o Estado ter carteira de projetos para apresentar e empresas interessadas. “Esse é um trabalho onde não cabe disputa por paternidade. É de conjunto, de coordenação, de interesses do futuro do Estado no sentido de ter um planejamento, coisa que nunca existiu antes”.

*Foto: João Gilberto/ALRN