O mandato do deputado estadual Fernando Mineiro (PT), como ocorre todos os anos, lançou a cartilha de prestação de contas das ações realizadas em 2017. Na apresentação, ele destaca que esse foi um “ano difícil para a maioria dos brasileiros”, devido à agenda de retrocessos imposta pelo governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB) e pela crise fiscal, econômica e social vivida pelo Rio Grande do Norte, mas, apesar disso, “há vitórias a serem registradas”.

A publicação reúne um apanhado da atuação parlamentar de Mineiro na Assembleia Legislativa, sua parceria com os movimentos sociais e seu empenho na defesa das bandeiras levantadas pelo mandato, como, por exemplo, juventude, mulheres e igualdade racial, entre outras.

Para Mineiro, a cartilha é uma forma de dar transparência ao mandato, deixando claro à população as pautas defendidas pelo mandato e sua maneira de fazer política. “Nossa prioridade tem sido, sempre, defender os direitos da classe trabalhadora, lutar contra os retrocessos e reafirmar nosso compromisso com a democracia no Brasil”, declarou.

Uma novidade da cartilha desse ano é a apresentação da pré-candidatura a deputado federal em 2018. Ex-vereador e no quarto mandato de deputado estadual, Mineiro confirmou que disponibilizou seu nome ao PT para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados.

Mineiro se disse consciente do desafio, mas afirmou que tomou a decisão em razão da conjuntura nacional. “Nossa prioridade é eleição do presidente Lula, que vai precisar de uma nova correlação de forças no Congresso Nacional para reverter os ataques do governo ilegítimo de Michel Temer”, declarou.