A violência no Rio Grande do Norte, a cada fim de semana, chega a novos dados alarmantes. Neste último, foram contabilizados 29 homicídios, sendo sete mulheres, o que resulta, até agora, somente em 2017, em 1017 mortes violentas.

Os dados são do Observatório da Violência Letal Intencional do RN (Obvio). O aumento, com relação ao mesmo período de 2016, é de 28,4%, 225 mortes violentas a mais que no ano passado.

Segundo o Obvio, os crimes do fim de semana foram: 14 em vias públicas; nove dentro ou em frente a residências; dois no interior de edificações; uma em terreno baldio; uma em hospital; uma em estrada carroçável e uma em festa.

Mossoró segue a liderança das mortes violentas (20,69%), seguida de Ceará-Mirim e Natal (17,24% cada).

O Obvio traz também os dados específicos relativos ao feminicídio. Até domingo (28), foram 57 crimes no ano de 2017 no RN, contra 38 em 2016 e 36 em 2015, no comparativo com o mesmo período.

Confira aqui os dados completos

“A escalada da violência no estado mostra que a situação tem fugido ao controle do poder público, que não consegue efetivar ações articuladas em Segurança Pública para combater a violência”, avaliou o deputado estadual Fernando Mineiro (PT).

“Os crimes de feminicídio também mostram uma realidade insustentável, que requer especial atenção, porque são motivados por questões de gênero e não há políticas públicas intersetoriais voltadas para as mulheres, além da impunidade, que encoraja ainda mais os criminosos”, completou Mineiro.

Foto: Reprodução/Blog do Ivênio Hermes