Em “Carta aberta ao povo potiguar”, o Fórum dos Servidores Estaduais do RN denuncia o desmonte dos serviços públicos e o caos nas áreas da Segurança Pública e Saúde. Com o apoio do deputado estadual Fernando Mineiro (PT), os/as trabalhadores/as lançaram o documento na manhã desta terça-feira (5), no Plenarinho da Assembleia Legislativa.

O Fórum, na carta, pede que o Governo do Estado adote medidas urgentes para enfrentar a atual crise que recai sobre os/as servidores/as e a população em geral: a regularização do pagamento da folha; criação de uma força-tarefa para as cobranças da Dívida Ativa do Estado; compensação das sobras financeiras dos Poderes; transparência das despesas do Executivo; instituição de um orçamento participativo; rateio do déficit previdenciário entre os Poderes e a apresentação do plano de investimentos do empréstimo de R$ 698 milhões solicitado pelo Governo.

Para Mineiro, a carta torna clara a preocupação do Fórum não só com a questão do funcionalismo, mas com a qualidade e até a continuidade dos serviços públicos prestados aos potiguares. “A Assembleia está à disposição para buscar, junto aos servidores, soluções para a profunda crise que se abate sobre o Estado”, ressaltou. “Em breve, estaremos recebendo na Casa a peça orçamentária de 2018 e deveremos estar atentos, pois ela é norteadora do planejamento estadual para o próximo ano”.

A carta contrapõe o discurso do Governo do Estado sobre a queda na receita e afirma que a arrecadação tem aumentado, tido um crescimento real, bem como o Fundo de Participação dos Estados (FPE). “Esse argumento de frustração de receita é engodo”, critica o documento, lido no Plenarinho pelo auditor fiscal Roberto Fontes.

O presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais do Estado (Sindifern), Fernando Freitas, afirmou que o Fórum não é contra o empréstimo do Governo, mas pede transparência. “Não podemos dar cheque em branco ao Executivo, exigimos saber qual o plano de aplicação desse recurso”, explicou.

Na mesa do evento, estiveram presentes, ainda, os secretários estaduais de Planejamento e Finanças e Administração e Recursos Humanos, Gustavo Nogueira e Cristiano Feitosa; o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte/RN), José Teixeira; a coordenadora geral do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Indireta do RN (Sinai/RN), Zilta Nunes; o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol/RN), Paulo César de Macedo; a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do RN (Sinsp/RN), Janeayre Souto; o coordenador-geral do Sindicato dos Servidores em Saúde do RN (Sindsaúde/RN), Manoel Egídio da Silva, e o presidente da Comissão de Direito Militar da Ordem dos Advogados do Brasil no RN (OAB/RN), Bruno Saldanha.

Clique aqui e confira a carta

Fotos: Vlademir Alexandre